06/05/2022

Chocolate aumenta a libido? | Feitiços Aromáticos

Chocolate aumenta a libido?

Dos chocólatras aos nem tão fãs de docinhos, um chocolate mesmo que meio amargo, sempre cai bem. Mas você já parou pra pensar nos benefícios que esse doce dos deuses pode trazer para a sua saúde? E melhor, já imaginou ter o chocolate como um estimulante natural do desejo sexual?

Continue lendo e descubra como esse doce pode se tornar um ótimo afrodisíaco para o seu relacionamento.

Qual o alimento mais afrodisíaco do mundo?

O chocolate com certeza disputa um lugar especial no ranking de alimentos mais afrodisíacos do mundo, especialmente os chocolates que contém de 50 a 80% de cacau. Isso acontece pois o cacau contém feniletilamina química, estimulante da dopamina no cérebro. Como ela é a responsável pela sensação de "felicidade", o alimento acaba potencializando as sensações de bem-estar e prazer, o que, naturalmente, desperta maior desejo sexual.

Mas antes de sair consumindo qualquer chocolate por aí com a finalidade de estimular seu desejo sexual, lembre-se de que nem todos são capazes de exercer poder afrodisíaco no organismo.

Como o chocolate age na nossa libido?

Segundo um estudo publicado pelo pesquisador PhD. Emmanuel Ohene Afoakwa, na revista científica South African Journal of Clinical Nutrition, o consumo de chocolate e cacau além de benefícios afrodisíacos traz outras implicações benéficas para a saúde.

A pesquisa destaca que, a feniletilamina presente no cacau e no chocolate estimula o hipotálamo e induz sensações de prazer e bem-estar. Isso afeta diretamente os níveis de dois neurotransmissores: serotonina e endorfina, no cérebro, o que consequentemente, aumenta a elevação do humor e o impulso sexual.

Onde surgiu a ideia do chocolate com sexo?

Para falar sobre a história do chocolate nada melhor do que citar um especialista, né? Segundo a casa da chocolataria a ideia de se utilizar chocolate antes e durante a relação sexual surge em momentos diferentes (e curiosos) através da história, separamos alguns deles.

Um dos primeiros registros sobre a utilização do chocolate no sexo foi por volta do ano de 1500 com o Montezuma, governante asteca. Segundo registros, ele bebia cacau com especiarias antes de ter relações sexuais, afinal, ele precisava de um "gás" para conseguir dividir a atenção com o seu harém que contava com mais de 200 esposas.

Ainda na América Central, alguns exploradores espanhóis que estavam no México constataram que era um hábito comum entre os indígenas dessa região se esfregarem uns aos outros com polpa de cacau e depois se "mordiscarem”.

Então, espalhou-se pela Europa uma crença de que o chocolate seria um potencializador de desejo e vigor sexual.  Sendo receitado até por médicos como remédio para a impotência.

Ainda de acordo com a casa da chocolataria, a  Marquesa de Pompadour, cônjuge de Luís XV, alimentava o rei com doses de chocolate para despertar seu desejo e apetite sexual.

Por fim, em um momento mais recente, Chloè D. Roussel, madame Chocolat como é conhecida no mundo, diz que na verdade: “o chocolate não é afrodisíaco, não intensifica o sexo, mas ajuda muitas pessoas a se apaixonarem” ela complementa afirmando que o chocolate é: “Extremamente sensual, sempre foi associado ao pecado, a algo que dá prazer, por isso tantas religiões o desprezaram".

Quais são os alimentos mais afrodisíacos?

Se você faz parte do grupo seleto que não é muito fã de chocolate ou quer complementar sua alimentação afrodisíaca com outras opções, nós cuidamos disso também! A Feitiços separou uma lista com outros alimentos para dar um up na sua relação, confira:

ABACATE

O abacate é rico em vitamina E, minerais e gorduras monoinsaturadas que ajudam a proteger o coração e são capazes de diminuir o colesterol. Ele ainda fornece a vitamina B6, importante nutriente para garantir energia e manter ou aumentar o desejo sexual.

A fruta também é fonte de ômega 3 que melhora o humor, piridoxina, responsável por aumentar a produção de hormônios masculinos e potássio, que aumenta a libido do homem e da mulher.

MORANGO

O morango assim como todas as frutas que possuem coloração avermelhada, possui licopeno que age na produção e aumento dos hormônios sexuais no organismo. O morango também possui ação antioxidante, zinco e vitaminas do complexo B que unidas desempenham um papel fenomenal no apetite sexual.

BANANA

A banana é capaz de proporcionar sensações de bem-estar pois ela é rica em vitaminas do complexo B: nutrientes que são importantes na regulação dos hormônios sexuais. 

Além disso, assim como o abacate, a banana é rica em potássio que aumenta o desejo sexual feminino e masculino.

ASPARGO

O aspargo é rico em nutrientes muito importantes para o estímulo sexual como a vitamina B3 e magnésio, além disso, ele é um alimento que desempenha um ótimo papel na produção de serotonina, hormônio do bem-estar. O ácido fólico presente no aspargo também aumenta os níveis de histamina que contribui para atingir com mais facilidade o orgasmo.

Além de muito saboroso, o aspargo ainda é capaz de equilibrar os hormônios de maneira natural e ajuda a aumentar a libido.

OSTRAS

Frutos do mar podem contribuir de maneira eficaz para o aumento da libido, isso porque, eles aumentam o desejo sexual e ajudam na fertilidade. As ostras, por exemplo,  são ricas em zinco, nutriente que auxilia a produção de testosterona e consequentemente ajudam na performance sexual.

PIMENTA

A pimenta vermelha é capaz de desencadear reações no organismo semelhantes às produzidas durante a relação sexual, além disso, a pimenta é rica em capsaicina, substância que aumenta a disposição e potencializa a irrigação em várias áreas do corpo, estimulando também o funcionamento dos órgãos genitais. 

O "vamos apimentar a relação?" nunca fez tanto sentido, né?

GINSENG

O ginseng é capaz de aumentar o óxido nítrico no organismo que por sua vez, aumenta a vasodilatação e volume de vasos sanguíneos e dessa maneira, faz com que os hormônios funcionem de forma mais eficiente, principalmente o estrogênio.

MACA PERUANA

A maca peruana é uma substância bem conhecida e comum na região andina, no Peru, como o próprio nome diz, e isso se dá pois segundo alguns artigos e pesquisas a maca peruana possui uma molécula parecida com o estrogênio (como uma espécie de estrogênio vegetal) o que explicaria seu efeito afrodisíaco e potencializador de desejo sexual.

Existem contraindicações para o uso de chocolate no sexo?

Nesse artigo nós trouxemos como uma alimentação utilizando alimentos afrodisíacos pode potencializar o desejo e o vigor na relação, mas atenção: Não leve essa informação ao pé da letra!

Adicionar qualquer alimento nas relações e órgãos sexuais pode ser muito prejudicial para a saúde íntima, isso porque, alimentos podem interferir diretamente na flora genital e causar infecções e irritações.

Mas existe um ótimo (e ideal) substituto: Produtos eróticos. Ao contrário de alimentos, esses produtos são formulados especificamente para serem utilizados durante as relações sexuais, neles você também encontra opções saborizadas que imitam sabores deliciosos como chocolate, morango, champanhe, leite condensado e mais uma infinidade de opções, e o melhor de tudo: produtos eróticos garantem uma relação prazerosa e sem riscos.

Sabores surpreendentes e sem riscos!

CONCLUSÃO

O que para muitos não passava de uma crença, hoje tem sua eficácia comprovada cientificamente: Sim! O chocolate é capaz de aumentar a libido. E não só ele, viu? Nesse artigo nós também vimos muitos exemplos de como uma alimentação com os nutrientes certos pode estimular nosso desejo sexual.

Quer saber mais como a culinária afrodisíaca pode aumentar sua libido? Clique aqui e continue lendo!

11 2286.3008